Grupo de Líderes da Indústria Gráfica já é realidade

Ampliar a competitividade do setor, melhorar o ambiente de negócios e fomentar condições para que a indústria gráfica prepare-se para suportar o crescimento projetado para o setor são os principais objetivos do recém-criado Grupo de Líderes da Indústria Gráfica.

O lançamento aconteceu em 19 de setembro, na sede da ABIGRAF Nacional, capital paulista, e contou com a presença de 90 representantes das mais expressivas empresas de impressão, equipamentos e insumos.

Na abertura do evento, o presidente da Associação, Levi Ceregato, citou projeções da Unidade de Inteligência da revista inglesa The Economist, segundo as quais, até 2017, o Brasil terá alcançado a posição de oitavo maior mercado mundial de produtos gráficos, com expansão de demanda duas vezes superior à média mundial. “Temos de ser estratégicos, coesos e eficientes desde já, ficando preparados para enfrentar o previsível aumento da concorrência mundial”, afirmou Ceregato.

O gerente de Relacionamento Institucional da entidade, Reinaldo Espinosa, também presidente do Conselho da ABTG, explicou que o Grupo tem a missão de fortalecer o pensamento e o relacionamento das empresas da cadeia, estimular o networking entre os associados, favorecer o acesso a inovações tecnológicas e atuar como canal para o intercâmbio de informações e tendências.

Na sequência, o gerente geral da entidade, Wagner J. Silva apresentou vitórias, demandas e pontos de atenção para o setor.

O candidato a senador, José Serra, esteve presente, expondo o potencial de influência do Senado na proposição de políticas para o desenvolvimento industrial e setorial.