Manifesto da Indústria Gráfica

Lançado em 12 de julho, o documento contou com o referendo de 20 associações e sindicatos regionais. Além de alertar para os sucessivos desempenhos negativos do setor, o documento jogou luz sobre ameaças à competitividade da indústria gráfica nacional, como a concorrência desleal dos livros importados que possuem alíquota “zero” de PIS/Cofins, a defasagem cambial e o encolhimento do mercado editorial.

AVANÇO Com expressiva repercussão na mídia geral e especializada, a iniciativa contribuiu para difundir a importância da indústria gráfica como geradora de empregos e riquezas, assim como as dificuldade e os pleitos do setor.