O futuro na pauta do Copagrem

Com a presença de 40 participantes de 24 entidades, a reunião do Comitê da Cadeia Produtiva do Papel, Gráfica e Embalagem (Copagrem), em 7 de abril, aconteceu na sequência do lançamento da campanha Two Sides.

O encontro começou com a palestra “O futuro da comunicação impressa no jornalismo”, do jornalista e escritor Ricardo Viveiros, que defendeu a segmentação e a diferenciação na apresentação da informação como requisitos de competitividade para a imprensa escrita.

Em seguida, a Central de Serviços (C-Ser) e o Núcleo de Acompanhamento Legislativo (NAL), da Fiesp, representados por Paulo H. Schoueri e Luciana N. Freire, comentaram o trabalho do NAL no acompanhamento e na “tradução” para o empresariado dos projetos de lei apresentados nas diferentes instâncias, viabilizando articulações precoces em apoio ou desaprovação às propostas formuladas, antes que elas sejam transformadas, por exemplo, em normas regulamentadoras.

No tópico “Cenário Econômico”, Guilherme R.C. Moreira, do Departamento Econômico da Federação, prognosticou 2014 como “ano perdido”, segundo a lógica de que toda recuperação econômica é precedida por nível de confiança alto, estimulador de investimentos, e de que os índices atuais são inferiores aos de 2013, devido a incertezas políticas.

Finalizando o encontro, o presidente do Sinapro, Geraldo M. de Brito, falou dos 70 anos do Sindicato das Agências de Propaganda e os grupos de trabalho de Competitividade e de Tributação informaram, respectivamente, o estudo de ação para extensão do uso do cartão BNDES à compra de papéis comerciais e a definição de prioridades, como Reintegra, papel imune, e-Social e outros.