Premiações e estímulo à excelência

No que a recuperação da competitividade depender dos esforços em prol da formação profissional e da busca de excelência, a indústria gráfica provou que está em dia com a lição de casa.

As premiações regionais de excelência gráfica multiplicaram-se, com eventos em Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Distrito Federal e Pernambuco (cujo prêmio abrange todo o Nordeste).

Essa capilarização refletiu-se na principal premiação do setor, fazendo com que o 23º Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini, acontecido em novembro, registrasse um recorde de 1.523 produtos inscritos de 232 gráficas de 18 estados.

Outro indicador positivo veio da participação brasileira no 20º Prêmio Latino-Americano Theobaldo De Nigris, promovido pela Conlatingraf, e que rendeu ao Brasil mais de 80 premiações e certificações.

A busca da excelência esteve presente também no desenvolvimento de processos e práticas sustentáveis. Em junho, o tema permeou a Segunda Semana da Indústria Gráfica – Sigra 2013, que reuniu 179 participantes de 89 empresas durante os três dias dedicados ao 6º Ciclo de Sustentabilidade. E, em novembro, motivou o 3º Prêmio ABIGRAF de Sustentabilidade, que reconheceu os melhores projetos de grandes, médias e pequenas empresas.

AVANÇOS A expansão das iniciativas regionais em prol da excelência e a sagração do Brasil como campeão latino-americano no Theobaldo De Nigris, merecem destaque entre as realizações do ano.