Presidente do Conselho da ABIGRAF Nacional participa da homenagem a Albano Franco

O presidente do Conselho Diretivo da Abigraf Nacional, Julião Flaves Gaúna, que também comanda o Sindigraf/MS e a Abigraf/MS, participou, nesta quinta-feira (15/12), no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), da cerimônia de entrega do Gran Colar da Ordem do Mérito Industrial feita ao empresário Albano Fanco, que, à frente da CNI (Confederação Nacional da Indústria), viabilizou, em 1988, os recursos necessários para a construção do primeiro e único centro de convenções e exposições da Capital, que leva o seu nome.

Segundo Julião Gaúna, o empresário Albano Franco é um exemplo para todos os empresários do País e nada mais justo que ele fosse agraciado com a maior comenda do Sistema Fiems. “Quem acompanha a trajetória empresarial e política do sergipano Albano Franco sabe do que estamos falando. Ele, mais do que ninguém, merece todas as homenagens possíveis”, destacou.

O grande homenageado da noite, ex-presidente da CNI e ex-governador de Sergipe, Albano Franco, emocionou-se com a condecoração e afirmou reconhecer que, de alguma forma, atuou em prol da indústria de Mato Grosso do Sul. “É uma grande honra ser homenageado ao lado de personalidades tão marcantes. Mas a condecoração se torna ainda mais especial porque aqui, em Mato Grosso do Sul, tive grandes amigos como o Jorge Elias Zahran, Ueze Zahran e Alfredo Fernandes, que foram determinantes para o desenvolvimento do setor no Estado”, discursou.

Já o presidente da Fiems, Sérgio Longen, justificou a escolha do empresário sergipano Albano Franco para receber o Gran Colar como uma forma de premiá-lo pelos serviços prestados em prol do setor industrial brasileiro. “O Albano é uma pessoa que, enquanto presidente da CNI, e hoje como diretor-conselheiro emérito, participa muito das ações que envolvem o desenvolvimento da indústria. Tem defendido o setor no Congresso Nacional, é uma pessoa muito importante para os industriais de todo o País. Entendemos que reconhecer o trabalho dele é muito importante, é uma noite de muita alegria para os diretores da Fiems e tenho certeza que para todos os agraciados também”, disse.

Outros homenageados

Também foram homenageados empresários ligados à indústria gráfica, com David Balaniuc (in memoriam) e Clóvis de Matos Pedroso. Escolhido para receber a Medalha do Mérito Industrial, David Balaniuc (in memoriam) foi representado pelo filho, Humberto Marques Balaniuc, e pela viúva, Mirian Dulce Balaniuc.

“Meu pai sempre foi um empreendedor, teve gráfica, jornal, comércio, e participou ativamente da industrialização do Estado, foi vice-presidente da Fiems, então sempre foi exemplo de cidadão e de pai para nós”, lembrou o filho. “Primeiramente agradeço a Deus pela bênção de ter colocado o David na nossa vida porque, acima de tudo, ele sempre foi um homem muito temente a Deus. E ficamos muito gratos também pelo reconhecimento, porque ele também sempre foi um homem honesto, competente e trabalhador”, emendou a esposa de David Balaniuc.

O empresário do segmento gráfico Clóvis de Matos Pedroso afirmou ter sido surpreendido com a indicação para receber a Medalha do Mérito Industrial. “Mas, quem dedica esforços ao trabalho, cedo ou tarde acaba tendo algum reconhecimento. Sou um empresário que gosta muito do que faz, que trabalha com dedicação e esmero e, por consequência, transfiro parte desse esforço para a área sindical, em prol do segmento gráfico estadual. Obter um reconhecimento tão importante quanto este nos estimula a continuar trabalhando para o desenvolvimento das demais empresas e da sociedade como um todo”, afirmou.

Fonte: FIEMS