Presidente do Conselho da Nacional destaca 75 anos do SINDIGRAF-RS

Selo 75 Anos Sindigraf Rs

O presidente do Conselho Diretivo da Abigraf Nacional, Julião Flaves Gaúna, que também comanda o Sindigraf/MS e a Abigraf/MS, participou, nesta sexta-feira (09/12), na Associação Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre (RS), da solenidade de aniversário dos 75 anos do Sindigraf-RS (Sindicato das Indústrias Gráficas do Rio Grande do Sul) e das posses das novas diretorias do Sindicato e da Abigraf-RS (Associação Nacional da Indústria Gráfica no Rio Grande do Sul) para a gestão 2017-2019.

Segundo Julião Gaúna, o segmento da indústria gráfica no Rio Grande do Sul é muito representativo, contando com mais de duas mil empresas filiadas, que juntas empregam algo em torno de 10 mil trabalhadores. “Trata-se de um importante elo na matriz econômica gaúcha, que contribui de forma decisiva no avanço da economia do Rio Grande do Sul. Essas sete décadas de sucesso do segmento podem ser creditadas, em grande parte, ao empresário Ângelo Garbaslrski, que, não poderia ser diferente, está sendo reconduzido à Presidência do Sindigraf-RS e da Abigraf-RS”, destacou.

O presidente do Conselho Diretivo da Abigraf Nacional reforça a importância de fortalecer o associativismo entre os Estados como forma de atravessar as adversidades que a indústria brasileira está enfrentando, tanto nas questões econômicas, quanto nas políticas. “Nós entendemos que somente o associativismo e o empreendedorismo são as ferramentas que podem unir todo o setor produtivo do País. Acreditamos que ações nesse sentido trarão, a curto prazo, o resultado desejado, que é a recuperação da nossa atividade econômica”, finalizou.

O presidente da Fiergs (Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul), Heitor José Müller, que também participou da solenidade, acrescentou que a recondução do empresário Ângelo Garbaslrski às presidências do Sindigraf-RS e Abigraf-RS é reconhecimento pelo importante trabalho desenvolvido em todo o Rio Grande do Sul, levando e agregando conhecimento aos empresariados do segmento com direcionamento à inovação e à criatividade para que possam se manter no mercado de muita competitividade.

Além disso, ele aproveitou para defender a urgência do início de um movimento sustentado de reindustrialização no Brasil a partir de políticas governamentais simplificadoras da burocracia nacional e de acesso ao crédito com programas que incentivem um novo ciclo de investimentos privados. “Ainda há tempo de começar a reverter os números negativos e cenários preocupantes para o próximo ano. Precisamos pensar em oxigenar a economia brasileira por meio de medidas pontuais, a começar pela enorme carga burocrática”, afirmou.

Já o presidente empossado do Sindigraf-RS e Abigraf-RS, Ângelo Garbaslrski, agradeceu a toda sua Diretoria e todo o apoio da Abigraf Nacional e da Federação das Indústrias do seu Estado à sua gestão. “Graças a isso tenho conseguido produzir a motivação necessária junto aos empresários gaúchos, o que tem contribuído para que cada um deles possa empreender mais, gerando mais emprego e melhor renda a todos”, pontuou.

Fonte: FIEMS