Bancas atraem interesse das marcas

Depois de sancionada a Lei 15.895/2013, que ampliou a gama de produtos que podem ser vendidos em bancas de jornal da cidade de São Paulo, o Sindicato dos Jornaleiros começa a atender as solicitações dos fabricantes. Diferentes empresas do setor de bebidas, alimentos e eletrônicos estão em contato com a entidade para negociar a venda de seus produtos em mais de 3.500 bancas da cidade. O sindicato explica que ainda estão sendo discutidos pontos como preços, campanhas temáticas e distribuição. A cada negócio fechado, a entidade deve avisar os jornaleiros sobre os preços sugeridos pelas empresas, que devem ser abaixo do preço dos concorrentes. De acordo com o presidente do sindicato, José Mantovani, a circulação de pessoas durante a Copa do Mundo de 2014 é o grande chamariz das empresas – fabricantes de bolas e camisas de time também procuraram os representantes do setor.