Ganhadores do Prêmio Fernando Pini divulgam suas conquistas

Receber o troféu do Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini é, sem dúvida, um mérito de grande relevância para o setor. Por isso mesmo, algumas das empresas vencedoras divulgam suas conquistas aos clientes e, também, nos meios de comunicação. Este é o caso da Posigraf, gráfica do Grupo Positivo, que venceu a 23ª edição do Prêmio nas categorias “Revistas Periódicas de Caráter Variado sem Recursos Gráficos Especiais” e “Catálogos Promocionais”, com os trabalhos da Revista Gráfica (edição 83/84) e do catálogo Boticário Dia das Mães (ciclo 5), respectivamente.

Também a gráfica de O Estado de São Paulo S.A. foi a grande premiada entre "Jornais Diários Impressos em Cold Set", uma das 63 categorias que compuseram a premiação. A edição de O Estado de São Paulo que mereceu o troféu circulou em 23 de julho.

A International Paper América Latina (IP) foi vencedora de duas categorias: melhor empresa de papel para impressão não-revestido com sua linha de papéis offset Chambril; e Jornais de Circulação Não-Diária, com a revista Paper, publicação trimestral da companhia. Por fim, Orsa International Paper Embalagens, joint venture criada em janeiro de 2013, venceu no segmento de Embalagens em Papelão Ondulado.

Também a Kodak divulgou sua conquista como vencedora das categorias Melhor Fornecedor de Equipamentos de Pré-impressão e Melhor Fornecedor de Chapas

Considerado como o de maior relevância nacional da indústria gráfica, entregue no último dia 26, em cerimônia que teve lugar na capital paulista, o Prêmio Brasileiro de Excelência Gráfica Fernando Pini é realizado pela ABIGRAF Nacional, em conjunto com a Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica (ABTG), o prêmio tem o patrocínio do Sebrae (Diamante); da International Paper e Kodak (Ouro); da APP, Epson, HP e Trelleborg (Prata); e da AGFA, Artecola, Efi Metrics, Heidelberg, Henkel, Ibema, Prolam e Real Graphics (Bronze). Neste ano, foram inscritos mais de 1,5 mil produtos de 232 gráficas de 18 estados.

"Apesar das dificuldades que atravessa, com quedas na produção que apontam para crescimento negativo superior a 5% em 2013, a indústria gráfica nacional exibiu trabalhos de altíssima qualidade técnica e estética no 23º prêmio Fernando Pini", afirmou Fabio Arruda Mortara, presidente da ABIGRAF Nacional.

Notícias Semelhantes