Pesquisa mostra cautela do brasileiro na tomada de crédito

A maioria dos consumidores brasileiros está cautelosa com operações que podem resultar em endividamento, revela pesquisa divulgada ontem (14) pela Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), feita em conjunto com a TNS Brasil, empresa global de pesquisa de mercado.

O levantamento, o quinto do gênero, reúne informações coletadas em entrevistas com mil pessoas com idade entre 18 e 65 anos, de todas as regiões do país, no período de 18 a 22 de março. Mais da metade dos entrevistados, 52%, são mulheres e 48%, homens. Na sondagem, 82% das pessoas ouvidas disseram que não pretendem tomar crédito e 18% que têm intenção de contrair algum tipo de financiamento.

Para a diretora de Desenvolvimento de Negócios da TNS, Elizabeth Salmeirão, o resultado da pesquisa reflete um comportamento de incerteza provocada pela instabilidade política do país. “Uma vez que há incerteza, as decisões são postergadas”, disse Elizabeth. Falta à população confiança na condução da política econômica e existe temor quanto à manutenção dos empregos.