Saiba quais são as cinco mudanças sobre o consumo no Brasil

O atual contexto econômico vem provocando mudanças no comportamento dos consumidores. Um estudo da Nielsen revela que 6 em cada 10 brasileiros já fazem hoje corte nas despesas e o consumo da cesta de produtos de Limpeza, Higiene e Beleza, Bebidas Alcoólicas/Não Alcoólicas, Perecíveis e outros itens de Mercearia (cestas Nielsen) caiu em 2015, em média, 3,5% em volume de vendas por lar. A nova edição da análise anual “Mudanças do Mercado Brasileiro” estudou os cinco fatores essenciais sobre o consumidor, de curto e médio/longo prazo, para que os fabricantes e os varejistas se adaptem à dinâmica atual, saiam fortalecidos do cenário atual e vençam nos próximos anos. Saiba quais são eles:

Primeiro: Consumidor mais atento a preço
Na busca por custo mais baixo, o consumidor vai à loja, e ao encontrar um preço mais alto, logo busca referência em outros itens da gôndola (concorrência) para compreender a nova realidade, comparando os valores.

Segundo: Troca conveniência por economia
Para não perder os benefícios conquistados nos últimos anos, e tendo o preço no centro do planejamento, os consumidores adaptam suas missões de compra buscando mais abastecimento no Atacarejo (Cash&Carry).

Terceiro: Está disposto a trocar de marca
A análise revela que 41% das marcas líderes retraíram volume de vendas em 2015, sendo que 6 das top 10 marcas líderes perderam lealdade. 

Quarto: É conectado e não abre mão do que gosta
Outra força de consumo que já é realidade, e que não deve sair do radar de fabricantes e varejistas, são os Millenials (geração de 21 a 34 anos). Trinta e sete por cento dessa geração diz que não pretende economizar, pois gosta de viver o momento e comprar por impulso, não abrindo mão do que gosta, o que inclui produtos supérfluos.

Quinto: Já considera o canal online como opção de compra
O comércio eletrônico vem ganhando aceitação no país e expandirá 43% em 4 anos.

Leia a matéria na íntegra, clicando aqui