Boracéia ganha biblioteca revitalizada e com acervo ampliado

Iniciado em 2003, o projeto de Revitalização de Bibliotecas tem mudado a história dos municípios do interior paulista. O projeto é promovido pelo Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo (Sindigraf-SP) e pela Associação Brasileira da Indústria Gráfica de São Paulo (Abigraf-SP) no âmbito do programa da secretaria estadual da Cultura “São Paulo: um estado de leitores”, que tem como objetivo zerar o número de cidades paulistas sem bibliotecas.
Agora chegou a vez do município de Boracéia, onde, no dia 15 de agosto, a biblioteca Bianca Peissler será reinaugurada. A solenidade de reinauguração contará com apresentações culturais, homenagens e participação de autoridades da região, do Sindigraf-SP e das Abigraf de São Paulo e de Bauru. Além da reforma, o espaço recebeu a doação de 600 livros e de um computador, totalizando investimentos de R$ 25 mil.
Ainda neste ano, o Projeto financiado pelas entidades representativas da indústria gráfica irá revitalizar também a biblioteca de Serra Azul.
Revitalização de Bibliotecas em números
15 bibliotecas revitalizadas
773 mil pessoas beneficiadas no total de municípios atendidos
R$ 450 mil investidos desde 2003
12 mil livros doados em 10 anos do Projeto
773 mil pessoas é o público potencialmente beneficiado pelo projeto de Revitalização de Bibliotecas, que já distribuiu 12 mil livros nos seus dez anos de existência. Realizado pelo Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo (Sindigraf-SP), o projeto revitalizou 15 bibliotecas em diferentes cidades do interior paulista. A última foi em Boracéia, com reforma e doação de 600 livros e um computador. Ainda neste ano, será entregue também uma biblioteca em Serra Azul (SP).

Notícias Semelhantes

Congresso Internacional de Celulose e Papel discutirá os novos caminhos da indústria