Indústria gráfica paulista repudia ataque às instalações da Editora Abril

27 de outubro –

Em nome da indústria gráfica paulista, o Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo (Sindigraf-SP), juntamente como a regional paulista da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf-SP), registra seu repúdio e pesar diante do barbarismo praticado contra a sede da Editora Abril, na sexta-feira, dia 24 de outubro. A tentativa de invasão, a pichação dos muros e o despejo de lixo diante do prédio são manifestações de puro e simples vandalismo, incompatíveis com o diálogo democrático e a liberdade de imprensa. Como defensores incondicionais dos mecanismos democráticos, da liberdade de expressão e do estado de direito, esperamos que esses acontecimentos sejam devidamente apurados e tenham seus protagonistas responsabilizados na forma da lei.

Fabio Arruda Mortara


Presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas no Estado de São Paulo, presidente da Confederação Latino-Americana da Indústria Gráfica e country manager da campanha Two Sides - Brasil

Notícias Semelhantes

Congresso Internacional de Celulose e Papel discutirá os novos caminhos da indústria