Congraf anuncia crescimento de 23% ano passado e estipula meta ainda maior para 2015

Embora o cenário não tenha sido favorável, a fabricante de embalagens aplicou uma rotina muito rígida de gestão de produção e qualidade, e dessa forma, alcançou a marca de 23% de crescimento em 2014, em relação ao ano anterior. Além de planejamento, também foram os investimentos em equipamentos e qualificação de mão-de-obra que garantiram esses resultados positivos e sólidos.

Ano passado, a empresa adquiriu a aplicadora de verniz UV suíça da marca Steinemann, além da máquina Bobst de Corte e Vinco NovaCut e da impressora Heidelberg 6 cores com impressão UV.

Outra aquisição importante foi a do novo galpão, com previsão para atuação no primeiro semestre de 2015. Essa nova área irá dobrar o tamanho do parque gráfico, proporcionando maior agilidade no fluxo de produção e ampliando as áreas de logística e acabamento.

Também significativa a crescente participação da empresa no desenvolvimento de produtos. Munidos de softwares modernos da Esko, os engenheiros da Congraf desenvolvem em conjunto com muitos clientes suas embalagens, o que implica em soluções eficazes não só estrutural e design, como na adaptação para o processo produtivo, reduzindo perdas e viabilizando melhorias nos projetos de apresentação da embalagem no PDV e transporte.

Já em 2015, a empresa iniciou o ano anunciando a contratação de um profissional renomado para gerenciar seus novos negócios. Wagner Cavalheiro, experiente executivo do setor, será responsável pelo crescimento contínuo das vendas, inovando em estratégias comerciais a fim de atender com excelência as necessidades de seus clientes e desenvolver novas oportunidades.

Contudo, embora as expectativas do mercado não se apresentem como positivas, em virtude das muitas dúvidas em relação aos caminhos da economia e infraestrutura nesse novo governo, as metas da Congraf já estão traçadas para 2015, e estima-se um crescimento de 25%.

Quanto aos investimentos, devem ser baseados nas necessidades dos clientes apresentadas pelos projetos, entretanto, em virtude dos problemas de energia e água que vive o país, a indústria investiu num novo gerador e um poço artesiano. Com recursos próprios, não sofrerá ameaças de interferência em sua produção e atendimento.

"Todas as nossas estratégias são planejadas para otimizar processos e fidelizar clientes, entregando produtos de excelente qualidade e diferenciais. Estipulamos uma meta de 25% de crescimento para esse ano, e apesar de todas as dificuldades que devemos viver, vamos batalhar para alcançá-la. Temos confiança na gestão moderna e bem implementada que temos em todas as áreas, o que nos dá um bom suporte para alterar os caminhos durante o ano, se for necessário. A área de novos negócios deve gerar novos produtos para novos mercados e estamos preparados para essa demanda. Acreditamos que a Congraf está no caminho certo e vamos trabalhar muito para um avanço significativo", considera o Diretor Comercial, André Peres Victor.

Notícias Semelhantes

Pesquisa mostra cautela do brasileiro na tomada de crédito

Saiba quais são as cinco mudanças sobre o consumo no Brasil

IBGE: desemprego volta a subir e vai a 8,2%