Gráfica americana anuncia estratégia de três anos com HP para transformar sua plataforma de livros

A Quad / Graphics anunciou uma estratégia de três anos para transformar sua plataforma de livros para dar aos editores uma gama completa de opções para produção e entrega de livros sob demanda, trazendo benefícios de estoque zero e tempo de entrega menor. O plano inclui investimento em:

20 ou mais impressoras digitais de alta velocidade color web - a mais ampla e produtiva tecnologia disponível no mercado atualmente;

Soluções de workflow front-end para pedidos de encomendas e coloca-las imediatamente em produção

Sistemas back-end integrados para acabamento, distribuição e realização, incluindo envio diretamente ao destinatário com fatura gerada automaticamente.

Tradicionalmente, editores de livro precisam transportar um grande estoque e uma significativa parcela pode acabar se tornando obsoleta. "Com este investimento em impressoras digital e sistemas integrados nós podemos apoiar toda a transição da indústria para a impressão sob demanda, com um modelo de estoque zero", diz Quadracci. "Nossa solução de impressão digital irá nos ajudar a redefinir toda a cadeia de impressão de livros, dando aos editores aumento na possibilidade de customizar; maior tempo entre a produção e a ida ao mercado da obra; redução de perda, estoque e obsolescência; e menores custos fixos. Assim, os editores poderão focar mais em conteúdo e ter a habilidade de reimplantar o capital previamente amarrado em estoque para outras iniciativas".

A estratégia de 3 anos da Quad/Graphics para transformar usa plataforma de livro já está a caminho. A empresa colocará em produção cinco impressoras digitais color web HP este ano, a primeira delas já sendo instalada. As outras impressoras serão instaladas durante um período de dois anos. Assim que todas as unidades estiverem instaladas, a Quad / Graphics terá a capacidade de produzir aproximadamente três bilhões de páginas coloridas por mês.

Quadracci também notou que o consumidor de livros impressos está mostrando uma surpreendente força em relação aos que todos esperavam ser uma mudança drástica aos e-books. De acordo com a Nielsen BookScan, AAP e outras indústrias de livros, há um aumento na venda de livros impressos em 2014.

Notícias Semelhantes

Reportagem da revista Superinteressante destaca a preferência por livros de papel

Retração no varejo de livros em novembro

Cosac Naify encerra atividades