Gutenberg cria reciclador de solventes

Com o objetivo de desenvolver um produto que tivesse apelo ecológico e fosse econômico para as empresas, a Gutenberg criou um reciclador de solventes que possibilita a reaproveitamento de qualquer solvente orgânico utilizado em grande escala para limpeza das máquinas offset e em diversos ramos da indústria. Outro benefício do produto é a compactação dos resíduos para melhorar o descarte.

Na fábrica do grupo, a AU Rossi em Ribeirão Preto (SP), os engenheiros criaram inicialmente a proposta para gráficas. Porém, durante o desenvolvimento perceberam que o equipamento atenderia um leque maior de indústrias que utilizam solventes orgânicos, pois a função principal do reciclador é separar o solvente das impurezas, sejam resíduos sólidos ou até mesmo água, como no caso do solvente usado para limpeza dos rolos de molha.

O reciclador da Rossi ainda traz a vantagem de ser de fácil operação. Basta inserir o conteúdo e, ao final do processo, retirar o solvente limpo do tanque, sendo dispensado o acompanhamento de qualquer tipo de operador especializado na utilização do equipamento. O mesmo solvente poderá passar pelo processo mais de uma vez sem comprometer o solvente. Nos testes realizados, o tempo máximo para realizar todo o processo de reciclagem é de aproximadamente uma hora, podendo reciclar de uma só vez até 12 litros que é a capacidade máxima do tanque de reciclagem.

Notícias Semelhantes

Consumo consciente: Ibá defende a estruturação de políticas públicas

Avery Dennison reforça seu compromisso com soluções sustentáveis

Setor de base florestal investe R$285 mi em ações socioambientais