30 de novembro de 2016

10ª Sondagem da Indústria Gráfica Brasileira

O Índice de Confiança (IC) do Empresário da Indústria Gráfica Brasileira atingiu, no terceiro trimestre de 2016, a marca de 52,6 pontos em uma escala de 0 a 100. O indicador teve aumento de 8,6 pontos em relação ao trimestre anterior, situando-se pela primeira vez acima da linha de neutralidade de 50 pontos e indicando uma tendência crescente na confiança do empresário.

A aproximação do Índice de Situação Atual à linha de neutralidade mostra que o empresário ainda está receoso quanto ao quadro atual, porém com perspectivas de melhora.

A Associação Brasileira da Indústria Gráfica (ABIGRAF Nacional) espera que a retomada de confiança do empresário vá ao encontro de sinais concretos de melhoria no lado real da economia, com aumento da demanda aliado ao ajuste no nível de estoque e estabilização do mercado de trabalho – ao passo que as demissões continuam, porém com menor intensidade.

O Departamento de Estudos Econômicos da ABIGRAF já está elaborando os novos dados para a próxima edição. Não perca a chance de participar e receber com exclusividade o relatório gerencial da pesquisa que será uma importante fonte de informação para as tomadas de decisão de sua empresa. Sua contribuição é fundamental para o êxito deste projeto e implicará em poucos minutos de seu precioso tempo.

Clique aqui para preencher a pesquisa.

Noticias Relacionadas

16 de janeiro de 2023

Posse da nova diretoria Abigraf-SP

A Abigraf-SP realizou em 8 de dezembro de 2022 a cerimônia de posse das Diretorias Executiva e Seccionais e do Conselho Fiscal, eleitas para o triênio 2022-2025.

Leia mais
16 de janeiro de 2023

Reunião de encerramento do COPAGREM

A Abigraf Nacional, Abigraf-SP e o Sindigraf-SP estiveram presentes na última Reunião Plenária do COPAGREM de 2022, presidida pelo Dr. Levi Ceregato, a reunião aconteceu, no dia 8 de dezembro, na sede da FIESP.

Leia mais
16 de janeiro de 2023

Jornada de Transformação Digital

A Jornada de Transformação Digital é um programa criado pela FIESP, pelo CIESP, SENAI-SP e Sebrae-SP com capacidade para contemplar 40 mil micro, pequenas e médias indústrias.

Leia mais