28 de outubro de 2016

ABIGRAF-ES se reúne com Governo do Estado para definir contrato de competitividade

No dia 20 de outubro, ABIGRAF-ES se reuniu com a Secretaria de Desenvolvimento do Estado do Espírito Santo para apresentação da Análise de Competitividade do Setor Gráfico no Estado.

O Governo do Estado do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento (SEDES), e da Secretaria de Fazenda (SEFAZ), juntamente com o Setor das Indústrias Gráficas do Espírito Santo (SIGES), resolveram contratar ente si um conjunto de ações e metas, sob a forma de um instrumento, o qual é denominado Contrato de Competitividade.

O Contrato visa à promoção do desenvolvimento socioeconômico, estimulando as empresas de serviços gráficos no Estado para aumentar a competitividade e produtividade; fomentando a adequação de infraestrutura tecnológico, e preparando os recursos humanos e disponibilizando as empresas que decidirem investir no Espírito Santo. Além disso, é possível obter diferimento do ICMS na compra de máquinas e equipamentos.

Noticias Relacionadas

27 de maio de 2022

Saiba mais sobre o Flexo & Labels no podcast Ondas Impressas

Em mais um episódio da Série Parcerias, no sétimo programa da terceira temporada do podcast Ondas Impressas, a jornalista Tânia Galluzzi e o consultor Hamilton Costa discutem as demandas do segmento de rótulos e etiquetas à luz da Flexo & Labels 2022, feira totalmente focada nesse setor.

Leia mais
27 de maio de 2022

Suspensão da liminar sobre IPI na Zona Franca de Manaus

Por ocasião do julgamento da Medida Cautelar na Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 7.153 (ADI-MC nº 7.153)  o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes concedeu medida cautelar (clique aqui) que suspende os efeitos dos Decretos que reduziam as alíquotas de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

Leia mais
27 de maio de 2022

Redução de 10% das alíquotas do imposto de importação

Foi publicada a Resolução GECEX nº 353 / 2022, que em seu anexo único altera a Resolução GECEX nº 272 / 2021, concedendo a redução temporária das alíquotas do Imposto de Importação até 31/12/2023.  O governo federal decidiu reduzir em mais 10% as alíquotas do Imposto de Importação sobre 6.195 códigos tarifários da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM).

Leia mais