15 de janeiro de 2019

ABIGRAF-RJ termo de cooperação pioneiro no Brasil fortalece o setor

O SIGRAF – Sindicato das Indústrias Gráficas do Município do Rio de Janeiro/ABIGRAF-RJ e o Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Rio de Janeiro assinaram um termo de cooperação para desenvolvimento da categoria econômica das Indústrias Gráficas, visando fortalecer a sua capacidade de representação. A assinatura do termo aconteceu em 05 de dezembro de 2018.

Segundo o gerente geral de Suporte Sindical e Empresarial da FIRJAN, João Paulo Alcântara Gomes, objetivamente o termo de cooperação unifica os benefícios oferecidos por ambos sindicatos, aumentando a representatividade e facilitando e ampliando o networking entre as empresas associadas.

“Os dois sindicatos estão ampliando e unificando a defesa dos interesses do setor. Ambos estão ganhando mais escala. A ideia é estabelecer uma grande parceria, uma junção, uma unificação” – explica ele.

João Paulo conta que entidades de vários estados têm procurado a FIRJAN para saber mais detalhes do termo de cooperação, que é inédito e já foi tema de reportagem no jornal Folha de São Paulo.

“Nós não temos conhecimento de outros termos de cooperação como esse em todo o Brasil. É mesmo uma ação pioneira. Trata-se de um primeiro passo para uma cooperação ainda mais profunda. Neste novo cenário, os sindicatos precisam repensar suas atuações.” – afirma. O termo já está em vigor.

Fonte: ABIGRAF-RJ

Noticias Relacionadas

27 de maio de 2022

Saiba mais sobre o Flexo & Labels no podcast Ondas Impressas

Em mais um episódio da Série Parcerias, no sétimo programa da terceira temporada do podcast Ondas Impressas, a jornalista Tânia Galluzzi e o consultor Hamilton Costa discutem as demandas do segmento de rótulos e etiquetas à luz da Flexo & Labels 2022, feira totalmente focada nesse setor.

Leia mais
27 de maio de 2022

Suspensão da liminar sobre IPI na Zona Franca de Manaus

Por ocasião do julgamento da Medida Cautelar na Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 7.153 (ADI-MC nº 7.153)  o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes concedeu medida cautelar (clique aqui) que suspende os efeitos dos Decretos que reduziam as alíquotas de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

Leia mais
27 de maio de 2022

Redução de 10% das alíquotas do imposto de importação

Foi publicada a Resolução GECEX nº 353 / 2022, que em seu anexo único altera a Resolução GECEX nº 272 / 2021, concedendo a redução temporária das alíquotas do Imposto de Importação até 31/12/2023.  O governo federal decidiu reduzir em mais 10% as alíquotas do Imposto de Importação sobre 6.195 códigos tarifários da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM).

Leia mais