26 de agosto de 2022

Confiança na indústria

De acordo com a CNI, alta no indicador em agosto é reflexo da melhora da percepção e das expectativas em relação à economia brasileira.

Ao avançar dois pontos percentuais em agosto, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) permanece na faixa considerada otimista. Neste mês, o indicador da Confederação Nacional da Indústria (CNI) atingiu 59,8 pontos, em uma escala que vai de 0 a 100 pontos – abaixo de 50 pontos representa pessimismo. Os dados do Icei foram divulgados na quarta-feira (10).

De acordo com a CNI, a alta no indicador é reflexo da melhora da percepção e das expectativas do empresariado em relação à economia brasileira. Foram ouvidas 1.542 empresas, das quais 599 de pequeno porte, 582 médias e 361 grandes empreendimentos. A coleta ocorreu entre 1º e 8 de agosto.

Segundo a economista da CNI, Larissa Nocko, o avanço demonstra que o empresário percebe uma melhora mais forte e disseminada das condições atuais na comparação com os últimos seis meses. “Os fatores que mais influenciaram esta alta da confiança do empresário industrial em agosto foram a recuperação econômica consistente dos últimos meses e a desoneração de itens que afetam a produção, como é o caso dos combustíveis e da energia”, explanou.

Noticias Relacionadas

16 de janeiro de 2023

Posse da nova diretoria Abigraf-SP

A Abigraf-SP realizou em 8 de dezembro de 2022 a cerimônia de posse das Diretorias Executiva e Seccionais e do Conselho Fiscal, eleitas para o triênio 2022-2025.

Leia mais
16 de janeiro de 2023

Reunião de encerramento do COPAGREM

A Abigraf Nacional, Abigraf-SP e o Sindigraf-SP estiveram presentes na última Reunião Plenária do COPAGREM de 2022, presidida pelo Dr. Levi Ceregato, a reunião aconteceu, no dia 8 de dezembro, na sede da FIESP.

Leia mais
16 de janeiro de 2023

Jornada de Transformação Digital

A Jornada de Transformação Digital é um programa criado pela FIESP, pelo CIESP, SENAI-SP e Sebrae-SP com capacidade para contemplar 40 mil micro, pequenas e médias indústrias.

Leia mais