31 de agosto de 2016

Nova diretoria SINDIGRAF-SP

O atual presidente da ABIGRAF Nacional, Levi Ceregato, assume a presidência do SINDIGRAF-SP para a gestão 2016-2019 com foco claro: uma administração pautada pelos princípios da moralidade, legalidade e transparência, compartilhada com a diretoria da entidade.

“Tenho diante de mim dupla responsabilidade: gerir uma entidade centenária, com respeitada história de lutas e conquistas, preservando a excelência com a qual foi administrada nas duas últimas gestões, durante a presidência do empresário Fabio Arruda Mortara”, comenta Ceregato.

A nova gestão focará esforços nas atividades que mais interessam aos associados do SINDIGRAF-SP: qualificação e requalificação da mão de obra; atualizações de tecnologia e constante assistência jurídica e econômica aos associados.

O SINDIGRAF-SP representa aproximadamente 7.000 empresas. Sua área de atuação e suas ações têm reflexos não apenas nas empresas no Estado de São Paulo, mas também, em muitos casos, alcançam o mercado gráfico nacional.

Noticias Relacionadas

27 de outubro de 2022

“O livro que nos une” – o encontro reúne editores, livreiros, distribuidores e gráficos conta com apoio do Sindigraf-sp e Abigraf-SP

O encontro realizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL),  começou ontem (26), e reúne os mais importantes editores, livreiros, distribuidores e gráficos do país. A Abigraf-SP e o Sindigraf-SP são patrocinadores do evento.

Leia mais
27 de outubro de 2022

Analista do mercado reduzem estimativa de inflação em 2022

Os economistas do mercado financeiro reduziram de 5,71% para 5,62% a estimativa de inflação para este ano. Esta foi a 16ª queda seguida da estimativa para a inflação de 2022.

Leia mais
27 de outubro de 2022

Simples Nacional notifica empresas

Desde o dia 13 de setembro, o Comitê-Gestor do Simples Nacional encaminhou para as microempresas e empresas de pequeno porte notificações com relatório de pendências dos contribuintes junto à Receita Federal e à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (débitos inscritos em dívida ativa) e com o Termo de Exclusão do Simples Nacional em caso de não regularização.

Leia mais